EXPORTAÇÃO E IMPORTAÇÕES
07 de Junho de 2019

Hoje vamos conversar um pouco sobre Exportações e Importações. Existem muitos detalhes sobre essa parte do comércio, e saber sobre isso é muito importante. Afinal, muitas coisas que nós usamos diariamente veio de algum outro lugar do mundo. Saber as origens e como essa transição toda acontece, é muito interessante e pode te ajudar a entender melho o que acontece ao nosso redor.

 

EXPORTAÇÕES

Vamos começar da base, ok?

Exportar algo, nada mais é do que a venda ou remessa de um país para o outro. Quando a China manda vários produtos para o Brasil, acontece uma exportação. No início do ano o Brasil foi consolidado como maior exportador de Carne Bovina do mundo. Enviando (exportando) carne para o mundo todo, o Brasil conseguiu ser reconhecido por isso. As pessoas tem dificuldade de diferenciar exportação e importação. Para ficar mais fácil o raciocínio, pense em EXterior. Quando você manda algo para o EXterior, você pratica EXportação. O interessante, é notar que existe 4 tipos de exportações. As pessoas geralmente não conhecem especificadamente nenhum deles, talvez pelo fato de não ser muito comentado. Esses 4 tipos são: Exportação perfeita, imperfeita, direta e indireta. As principais vantagens econômicas e comerciais de se manter as exportações entre países são: Maior escala de produção de quem exporta, a carga tributária é diminuída por conta da compensação do recolhimento de impostos internos, a visão de mercados e produtos aumenta amplamente, os valores de produtos podem diminuir por conta de incentivos fiscais, entre outros fatores. Lembrando que no Brasil é proibido circular moedas estrangeiras, isso significa que não se pode pagar produtos com moedas de outros países aqui dentro. A Vertical te ajuda nisso também, entre em contato conosco caso precise de moedas estrangeiras ou informações.

 

IMPORTAÇÕES

Agora falando um pouco de quem recebe as exportações. Quando um produto estrangeiro entra em um país, esse país o qual recebeu o produto, trata ele como importação. Voltando ao assunto de diferenciar exportação e importação: Imagine que produtos tecnológicos estão entrando no INterno do Brasil, isso o torna uma IMportação. A importação é tão importante, que sem ela as demandas internas teriam que ser bem menores e diante disso, os juros iriam nas alturas. Uma coisa que fazemos diariamente, e esquecemos que estamos afetando a economia como um todo, é quando fazemos compras online de países estrangeiros. Assim que seu produto entra no Brasil, você causou uma importação. Importar algo é bem mais fácil do que exportar. Para importar algum produto por exemplo, você passa por 3 fases básicas: Administrativa (quando você consegue a autorização para a entrada do produto, gerando a licença de importação), cambial (neste momento a Vertical está presente para te ajudar, que é quando ocorre o pagamento com moedas estrangeiras) e por último mas não menos importante, a fase de fiscal (agora você deve pagar os tributos para despacho e desfazer os embaraços alfandegários). Não podemos deixar de dizer sobre as vantagens de se manter essas importações em cada país: no meio cambial, é muito importante quando a moeda do importador vale mais que a moeda de quem  exporta. No caso do Brasil, ocorre o estímulo para o Governo Federal. Quando se produz um produto, ele leva uma média de tempo para ficar pronto, no caso da importação você consegue o mesmo produto num tempo muito menor. E o último ponto a se ressaltar e que vale muito a pena se lembrar dele, é que os custos de se importar algo, são exageradamente menores do que os gastos de obra-prima e mão de obra para se produzir dentro do país.

 

VERTICAL CÂMBIO NAS IMPORTAÇÕES E EXPORTAÇÕES

Nós da Vertical prestamos serviços para tramitação financeira entre empresas do Brasil e empresas do exterior, facilitando e agilizando os processos e tramites internacionais.
© 2020 / VERTICAL CÂMBIO :